Categorias
Cidade Mundo

Vinhos: Museologia e Globalização VI

Teste práticos de degustação do vinho A proposta deste atividade é treinar a capacidade de discussão dobre as sensações dos odores e paladares que são individualmente experimentados Atividade 1 – Teste da supresão Os componentes do vinho são responsáveis pelo seu sabor e sensações físicas que produzem podem resultar em interações entre várias sensações o […]

Categorias
Billets Cidade Mundo

Vinhos: Museologia e Globalização V

1.3.3. Saborear e desfrutar paladares A última e decisiva prova é saborear o vinho e apreciar os seus balanços. Para provar, não é necessário um copo cheio. Basta um gole, para tirar as medidas ao vinho. Dá-se um pequeno gole e passeia-se vinho na boca só o tempo necessário para sentir o seu sabor espalhado […]

Categorias
Billets Cidade Mundo

VINHOS- Museologia e Globalização – IV

Aromas e cheiros Se na apreciação da cor e da luminosidade os olhos fazem uma leitura preliminar, é agora tempo de mobilizar o seu aroma. O olfato permite-nos capturar o carácter do vinho. Para apreciar o aroma vínico basta agitar o copo para libertar os seus aromas. Cheire o copo por alguns instantes. Um bom […]

Categorias
Adágio Cidade Mundo

Almenxar

Nas antigas linguagens do Sul, nos tempos em que ao al-Gahb vivia do comércio dos figos e amêndoas, as casas rurais tinham o seu Almanxar, almeixar, alminxar ou “almenxaire. O sítio onde medram os figos e as amêndoas e as alfarrobas, a trilogia da agricultura do extremo sudueste peninsular. Almeixar vem do árabe “al-manxar” Para […]

Categorias
Cidade Mundo Leituras Sem categoria

Suão

Suão ou sueste é vento quente que sopra das areias do grande deserto do Sahara. Anuncia-se através de uma nuvem de poeira que se levanta dos lados nascente, encapelando o mar, na costa algarvia. Ondas quentes de três a cinco metros que se arremessam com fúria sobre o areal. Simultaneamente uma humidade pegajosa toma conta […]

Categorias
Cidade Mundo Diversidade Cultural Sem categoria

II – Nortada

Vento de Noroeste ou nortadas. Diz-se entre os habitantes do litoral estremenho, que “primeiro de agosto, primeiro de inverno!” Trata-se dum vento frio, que na costa ocidental da Península, sopra do Norte e Noroeste. Os cientistas justificam o vento como um exemplo da chamada Força de Coriolis, um experiencia que o pendulo de Foucault demonstra. […]

Categorias
Cidade Mundo

Programação Cultural IV: Entre festas ou alta cultura?

De onde vieram os profissionais da programação cultural nos anos 90 e em que escolas foram formados foi a interrogação que deixamos no último postal. Ao olharmos para o perfil da formação dos atuais programadores culturais, por exemplo no Politécnico de Leiria (https://www.ipleiria.pt/cursos/course/licenciatura-em-programacao-e-producao-cultural/), podemos observar que se trata uma formação multidisciplinar, eclética com uma extensa […]

Categorias
Cidade Mundo Diversidade Cultural

Pelas terras da Beira (sinais de Viriato e dos Lusitanos)

Fazia alguns anos que andava para rever Idanha-a-Velha. Talvez há mais de 30 anos que por lá não passava, incluindo as terras raianas de Monsanto. Nos idos de 90 lembro-me de ter assistido à criação do Projeto Aldeias Históricas de Portugal, de que Idanha fazia parte, juntamente com Monsanto e Sortelha. Sortelha era na altura […]

Categorias
Cidade Mundo

Memórias Contestadas

Neste tempos que correm , numa sociedade que está em transformação acelerada as memórias estão sobre contestação. Memórias do Império colonial estão sob confrontação por via de olhares plurais. Não é nada de novo. Já no nosso tempo, mais a leste, os nossos “amigos” eslavos e magiares enfrentaram um novo tempo, com a consequente rejeição […]

Categorias
Cidade Mundo

XXVIII– Porto Seguro

Contava no postal de ontem duas história de linhas cruzadas. A “arte da Xavega” acabou por desfiar memórias e ocupar o espaço narrativo previsto. Por isso, contamos hoje a segunda história, também ela desafiando as memórias de juventude sobre desacertos na observação do real. Um bom amigo, escrivão de crónicas mundanas, fez-me chegar as suas […]