O Príncipe

Há menos de 2 mil pessoas internadas em 10 milhões. Há colapso do SNS em serviços como oncologia e psiquiatria, entre muitos outros, mas esse colapso é tratado como “listas de espera”, “reagendamento de cirurgias” – não há filas à porta em ambulâncias, nem números de mortos diários a abrir telejornais com doenças crónicas, oncológicas,Continuar lendo “O Príncipe”