Programação Cultural III: Entre festas ou alta cultura?

No último postal desta série “Programação Cultural” distinguimos, na evolução da profissionalização desta profissão, as suas origens eruditas e populares. Avançamos com a ideia que ao longo dos últimos anos do século XX, a profissão “consolida-se” e “democratiza-se”. Consolida-se porque se começa a autonomizar, e democratiza-se porque ultrapassa as suas limitações de profissão exclusiva deContinuar lendo “Programação Cultural III: Entre festas ou alta cultura?”