XXIX- Vermelho e Negro

Qual a probabilidade de um dia alguém, desconhecido, lhe oferecer um Ramo de cravos vermelhos. Pequena suponho. Mas nao impossível. O pagamento duma promessa. Um desafio de amigos. Um desejo de fazer algo de irreverente. O que quer que seja é um gesto altruísta, capaz de mudar mundos. Aconteceu em maio em Portugal. Num outroContinuar lendo “XXIX- Vermelho e Negro”