Categorias
Cidade Mundo

Poética da autonomia IX – Ruptura

Falamos de várias transformações que estão a acontecer nas Relações Internacionais. Falamos de várias transformações instáveis e fluidas nas análise e +praticas dos atores, procurando com elas concluir que o mundo está a mudar e forma acelerada por via da transformação tecnológica e da forma como o real é pensado. A forma como é pensado tem também a ver com as práticas laborais.

As velhas forma de pensamento assente em premissas estáveis e constantes, estão a ser substituídas por ações complexas, caóticas e fluidas. É difícil ao pensamento criar conexões entre interesses divergentes se não existem base de valores comuns.

Por exemplo, as atuais políticas americanas de Trump e de alguns governos e estados mais “populistas”, como no Brasil, na Hungria ou na Turquia, face a um qualquer problema vivido na realidade, as respostas são sempre pensadas a partir de um ponto de vista unívoco. Um ponto que não procura a conciliação, a negociação ou o compromisso. Um comportamento que se assume como de conflito e ruptura.

Por Pedro Pereira Leite

Dinamizador do Museu Educação Global e Diversidade Cultural
Museu Afro Digital - Portugal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.