Categorias
Sem categoria

Caldi di Djeben (Crónica da Guiné XIV)

Nas férteis terras do Cacheu, come se o Caldo de Djeben, um.caril com cebola e óleo de Palma. Come se com arroz branco e peixe fresco.

Adentrando na regiao para por a mao na massa dos agentes comunitarios. Gente sinples. Dedicada ao outro. Rostos empenhados na tarefa. Dos melhores que encontramos. Gente que que ser útil ao outro. Cada traz uma lição de vida. De Peciche, de ingaem.

Viakam em picada para olhat nos olhos do que nacerem. Olhos da esperanca numa vida.

Por Pedro Pereira Leite

Dinamizador do Museu Educação Global e Diversidade Cultural
Museu Afro Digital - Portugal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.