Um país suspenso (Crónica da Guiné XI)

A Guiné-Bissau está numa situação curiosa. Está em curso uma greve dos funcionários públicos, que decorreu, nestas duas últimas semanas de terça a quinta-feira. Na prática trabalha se apenas dois dias por semana. Como há uma influência islâmica, a sexta-feira tende a ser atividade pela metade. A greve e contra a falta de pagamento dosContinuar lendo “Um país suspenso (Crónica da Guiné XI)”