Categorias
Sem categoria

Crónica na Guiné III

Prosseguindo a exploração da Tabanka Ku saudi. Ha luz e sombra. Toda a busca de luz deixa um rasto de sombra. E uma alegoria interessante, ainda que, pensando que a luz ė energia em mocimento, sendo que roda a energia esta em movimento, o que chamarmos sombra é um outro tipo de movimento. Assim, iluminar e uma forma de desvelar. De tornar excepcional o normal.

O que e qui isto tem.que ver com a Tabanka? Provavelmente nada. Mas talvez seja uma prespetiva para olhar o esforço de subverter a logica da comunidade.

Por Pedro Pereira Leite

Dinamizador do Museu Educação Global e Diversidade Cultural
Museu Afro Digital - Portugal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.