Categorias
Educação patrimonial

Makarenko (1888 -1939)- Projetos Integrados

Anton Semyonovich Makarenko, foi um pedagogo ucraniano que durante o período soviético desenvolveu vários trabalhos com crianças abandonadas e que viviam do crime, nos inicos dos anos soviéticos. Foi o primeiro padagodo a desenvolver e aplicar a ideia de projeto integrado.

O seu pensamento é influenciado pelas ideias cpmunistas de Lenine e Máximo Gorki, que defendeu a importância da integração dos conhecimento práticos do dia-a-dia. Deu importância às línguas maternas e desenvolveu uma prática pedagógica baseda num currículo alternativo integrado. Uma das componentes essenciais do currículo integrado éra a forte presença da cultura na escola.

Na sua prática pedagógica Makrenko desenvolveu um modelo de prática com base no coletivo e na autogestão. A regulação da vida em grupo, no seio do coletivo.

De acordo com a pedagogia de Makarenko o jovem devia ser incluído numa vida de grupo, criando uma forte disciplina e sentido de responsabilidade

Na sua obra “O Poema Pedagógico” descreve os princípios da sua proposta educativa: rigor e afeto na relação, organização de atividades em grupo, grupos de discussão. A atividade pedagógica incluía a prática de exercícios físicos, aulas de música, trabalhos manuais, teatro e visitas de estudo. O jovem devia ter um contato direto com a realidade e participar nas principais decisões da vida escolar.

Na escola “colónia”, uma experiencia de escola “Gorki” as crianças dividiam-se em grupos de dez, por idades. Elegiam um representante de turma, que participava nas assembleias de escola, onde se discutiam as questões do dia-a-dia. O projeto da escola colónia defendia um processo participativo, democrático, com base na disciplina, incluindo a possibilidade da escola também educar os pais. Makrenko defendia a intensa atividade de participação dos pais na vida cultural da escola. A escola, inclusive, devia orientar os pais na sua atividade educativa.

A atividade educativa era planeada em função de objetivos. A disciplina não era vista como um fim em si, mas como um processo para todos atingirem os objetivos. Bibliografia

http://www.makarenko.edu.ru/

Anton Makarenko, Vida e Obra A Pedagogia na Revolução, Cecília da Silveira Luedemann, 432 págs., Ed. Expressão Popular

Poema Pedagógico, 3 vols., Anton Makarenko, Ed. Brasiliense, 1983 

Conferências sobre Educação Infantil, Anton Makarenko, Ed. Moraes, 1981

Por Pedro Pereira Leite

Dinamizador do Museu Educação Global e Diversidade Cultural
Museu Afro Digital - Portugal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.