Categorias
Educação patrimonial

Moisey Mikhaylovich Pistrak (1888 – 1940) e a escola do trabalho

Pistrak foi um educador socialistaque viveu na Rússia e influenciou as ideias pedagógicas do período pós-revolução russa de 1917, expressas no livro “Fundamentos da Escola do Trabalho”, escrito em 1924.

Os professores deveriam ser reeducados e reaprender a prática docente nesta nova escola revolucionária.

Procura dar corpo às ideias expressas no materialismo dialético, com base no conhecimento das leis gerais que regem do mundo  natural e social, da preocupação com o presente, com as condições sociais do trabalho humano, e do dados da observação dos alunos. Pistrak define a Escola do Trabalho, dando primazia ao trabalho organizados e disciplinado na industria. A escola é pensada como um ambiente disciplinado, próximo do modelo da Fábrica.

Por Pedro Pereira Leite

Dinamizador do Museu Educação Global e Diversidade Cultural
Museu Afro Digital - Portugal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.