Categorias
Leituras

Antropologia Pedagógica de de Rudolf Steiner

principios da educação waldorf.

Quais são as competências básica que o ser humano deve dominar para viver com Dignidade, para ser ativo na construção dos seus percursos de vida e desenvolver de forma adequada as suas relações com o outro e com o mundo?

Quais são os lugares de aprendizagem dessas competências básicas?

Antropologia de Steiner procura dar uma resposta a estas questões através da pedagogia Waldorf.

A pedagogia tem por base as seguintes questões:

  • Como fornecer conteúdos significativos.
  • Como criar entusiasmo.
    • É necessário criar entusiasmo (motivação) para aprender.
  • Como favorecer o deslumbramento,
    • O deslumbramento é uma revelação
    • atitude Franciscana de contemplação da maravilha do mundo.
  • Como construir uma narrativa sobre o mundo
    • A arte como narrativa do mundo em todos os conteúdos
    • conduzir à descoberta do belo e do sentimento (a revelação)

10 PRINCÍPIOS DA FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO DE RUDOLF STEINER

Rudolf Steiner criar a sua antropologia pedagógica a partir dum método de 10 princípios, que ficaram conhecidos como “a pedagogia Waldorf”. Desenvolvido a partir de 1919, o método é aplicado em mais de meia centena de países em escolas de iniciativa da comunidade e é pensada para os primeiro anos de formação até à idade adulta.

Princípios do método educativo

1. Educação adaptada ao aluno que evolui com as suas necessidade

A educação deve ser adaptada às necessidades educativas das ciranças. A educação da criança deve ajudar a criança a entender o seu papel no mundo  e deve partir das suas necessidades a cada momento.

A pedagogia waldorfiana é contra a educação bancária que acumula conteúdos definidos pela sociedade.

2. Relevância da arte  na narrativa do mundo

A pedagogia waldorfiana dá relevância à estética e procura equilibra a lingugam artísticas com aprendizagens recinais e cognitivas. A educação deve ser artística”.

3. O amor pela natureza

A pedagogia Waldorfiana procura partir do meio ambiente e da natureza para fazer perguntas de aprendizagem. O ambiente rural é um espaço adequado para a escola. A escola deve ter um espaço para a agricultura e deve procurar criar aprendizagens a partir da dinâmica da natureza.

4. Inteligência das mãos

AS aprendizagem das praticas da pedagogia waldorfiana  estão ligadas a tarefas concretas e manuais. O processo de aprendizagem organiza-se a partir de oficinas criativas com abordagens artísticas. O objetivo das atividades pratica é desenvovler a coordenação entre as mãos e o cérbero e a visão que implica uma grande atividade

5. A relevância da imagem

Até os 12 anos a crianças dominam mal conceitos abstractos. A imagem são muito importantes para desenvolver a capacidade de observação e permite criar, a partir da sua leitura, actividades de aprendizagem e reconhecimento do mundo que estimulam a capacidade de representação.

6. Relevância dos contos tradicioanis maralvilhosos

A oralidade e os contos tradicionais sobre o maravilhosos trazem histórias de vida e experiências vivenciadas pelas comunidades permitem a cada criança enfrentar situações de vida ao longo do processo de aprendizagem. Para além da sua cpacidade de atração, os contos maravilhosos ajudam a trablahr as emoções e a desenvolver a imaginação.

7. As bonecas

Na pedagogia waldorfiana há sempre a presença duma boneca, feita à mão com traços imprecisos A boneca ajuda a estimular a imaginação, ajuda a trabalhar as emoções e cria uma mediação da criança consigo mesmo.

8. Pedagogia como processo de transformação

O crescimento da cirnaça é encarado como um processo de transformação. Desse modo, a todo o momento as necessidades da criança vão-se transformado. O seu contato com o mundo vai criando novas necessidades. quando enfrentam obstáculos cria-se um processo de transformação que gera novas aprendizagens.

9.O  lugar do Jogo e da dramatização

Os seres humanos aprendem por imitação. A representação pelas ciranças de jogos e papeis sociais ajuda a encontrar u seu lugar no mundo e a interpretar-lo.

10. Professores são educadores

O professor é um mediador entre os processos de aprendizagem dos seus alunos e os seus interesses. Compete-lhe observar as necessidade de cada um e do grupo, e propor ou sugerir atividades individuais e de grupo adequadas, e acompanhar esse processo de  evolução.

Por Pedro Pereira Leite

Dinamizador do Museu Educação Global e Diversidade Cultural
Museu Afro Digital - Portugal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.