Categorias
Diversidade Cultural Educação patrimonial

Trabalhar com a Diversidade Cultural:

O livro “Raça e História” do antropólogo françês Clause Levi-Strauss, escrito em 1952 por encomenda da UNESCO defende o argumento de que a proteção da diversidade cultural não deveria preocupar-se com a manutenção ou conservação do seu estado. A História é uma manifestão duma dada diversidade. Portanto não é um dado resultado dessa história que deveria ser preservado, mas sim o processo  que permite que a história continue a manifestar-se. Que o processo de manifestão cultural se possa continuar a desenvolver.

Isso pressupõe que é necessário pensar sobre a forma como as culturas dialogam e não pensar na valorização de uma dada história, pensada como destino. Nesse sentido a diversidade não é um bem que se deve preservar, mas sim um  recurso a valorizar. O entendimento da cultura e da diversidade cultural como processo.

Referencia: “Relatório Mundial da UNESCO “Investir na diversidede cultural e no diálogo intercultural”, 2016

Por Pedro Pereira Leite

Dinamizador do Museu Educação Global e Diversidade Cultural
Museu Afro Digital - Portugal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.